Home Roteiros
Aquário Natal

Aquário Natal

Passeios e atrações

No Aquário Natal, eles são inofensivos, mas o nome já causa calafrios devido a fama de devoradores nos filmes. O “Tubarão” de Steven Spielberg, de 1975, é o campeão do gênero de terror e suspense. A trilha sonora do filme, de John Williams, já causava medo.

Mas no Aquário Natal, localizado na praia da Redinha Nova, o tubarão é a maior atração para os turistas que o visitam diariamente. O turista até pode tocar num tubarão lixa que fica num tanque de toques, ou ainda mergulhar com eles num tanque maior inaugurado no ano passado.

No tanque de toques, adultos e crianças podem colocar a mão no dorso do tubarão e sentir a sua pele áspera que lembra uma lixa de unha, daí o seu nome.

No caso da pessoa ser mais corajosa, gostar de aventura e dispor de um dinheiro extra, o Aquário Natal desde o segundo semestre do ano passado disponibiliza um mergulho com os tubarões lixa e tartaruga no tanque maior.

O Aquário Natal recebe por ano cerca de 100 mil visitantes, entre turistas e alunos das escolas públicas e particulares do Rio Grande do Norte e de vários estados do Nordeste.

Com 15 anos de atividade, aquário no ano passado construiu dois tanques grandes para abrigar os tubarões lixa e os pirarucus, os maiores peixes de água doce do Brasil. O tanque do mergulho mede 15 metros de comprimento por cinco de largura. A profundidade atinge 2,5 metros. São mais de 200 mil litros de água salgada no seu interior, onde também vivem outras espécies como rêmoras, pequenos peixes de coral e uma tartaruga verde (Chelonia mydas), que não fazem parte da cadeia alimentar dos tubarões.

Os tubarões lixas pertencem a uma das 400 espécies existentes desses peixes cartilaginosos (Chondrichthyes) marinhos existentes no mundo. No Brasil, cerca de 300 espécies habitam a nossa costa.

Biólogo e um dos proprietários do aquário, Douglas Brandão, explica que em Natal é o único local do Brasil onde o visitante pode ter este contato direto com o tubarão.

"Temos o tanque de toque há dez anos e de lá para cá recebemos muitos visitantes interessados em acariciar o peixe. Nunca tivemos nenhum incidente, pois ele já é projetado para esta atividade, além de que sempre há um instrutor para orientar como o visitante pode tocar no tubarão”, diz o biólogo.

Segundo Douglas, a ideia do tanque surgiu com o objetivo de mostrar para as pessoas que nem todo tubarão é agressivo. "Existem espécies que não são agressivas, das 400 catalogadas, 70% não são violentas", explica.

Para os visitantes que fazem o mergulho com os tubarões, a experiência é única e cheia de adrenalina, mesmo sabendo que este tipo de tubarão á dócil.

O biólogo relata que casos de ataques de tubarão lixa são muito raros. “Só houve alguns em ambiente natural, mas mesmo assim foram os mergulhadores que puxaram o peixe”, conta Douglas, salientando que em ambiente controlado, com o aquário, é muito difícil haver um ataque.

O tubarão que fica no tanque de toque está com quase dois metros de comprimento e a permissão para o toque só acontece quando o animal “estaciona” num determinado local do mesmo. Quando ele está em movimento, os instrutores não permitem o toque.

O mergulho com os tubarões é uma parceria do aquário com a Natal Divers, uma empresa especializada de mergulho.

O tempo de mergulho é em torno de 20 minutos e custa R$ 150,00 (preço sujeito a alteração).

Para realizar o mergulho, a pessoa precisa agendar antes, já que são feitos apenas dois por dia para não estressar os animais.

O tanque de mergulho tem cinco tubarões, peixes e uma tartaruga.

Antes de mergulhar, o visitante recebe noções básicas da atividade e depois coloca a roupa adequada com cilindro de oxigênio, os pés de pato e a máscara. Depois disso,  cai na água acompanhado do instrutor.

Além de tubarões, o Aquário Natal possui outras 60 espécies de animais marinhos, como pinguins, arraias, cavalos marinhos e peixes de água doce, além de jacarés e outros animais, funcionando como um mini zoológico.

O Aquário Natal também recebe animais marinhos para tratamento e depois os libera para o Ibama fazer a sua reintrodução no seu habitat.

Aberto diariamente das 8 às 17 horas

R$ 30,00 (adulto - pagamento em dinheio ou cartão de débito)

R$ 33,00 (adulo - pagamento em cartão de crédito)

R$ 15,00 (crianças - 3 a 11 anos e melhor idade a partir dos 60 anos)

R$ 16,50 (crianças e melhor idade - pagamento no cartão de crédito)

R$ 180,00 (mergulho de cilindro no tanque dos tubarões)

Formas de pagamento:
Mastercard Visa
Voltar para os passeios






Publicidade

Publicidade