Home Notícias
Alunos do Colégio Damas de Recife f…

Alunos do Colégio Damas de Recife fazem passeio da Naturezatur em Barra do Cunhaú


Cerca de 130 alunos das 5ª. séries do ensino Fundamental do Colégio Damas, de Recife, estão vivenciando o projeto Imira Mirim no Rio Grande do Norte, tendo nesta manhã de quinta-feira, 1, realizado o passeio ecológico de barco da Naturezatur, em Barra do Cunhaú, município de Canguaretama.

Depois do passeio, os estudantes, por professores e funcionários da empresa Asa Branca, que cuida da logística da viagem, deslocaram-se para Natal, onde ficam até sábado, quando retornam para Recife.

A coordenadora Pedagógica do colégio, Sandra Pachego, explicou que o projeto já é realizado há 14 anos e possibilita aos estudantes da última série vivenciarem uma experiência de campo para conhecer aspectos geográficos e culturais da região Nordeste.

“O projeto é maravilhoso, que oportuniza conhecimento, convivência e autonomia das crianças, além de toda amplitude de amizade e a beleza do estado do Rio Grande do Norte”, diz a coordenadora.

Ela acrescenta que para as crianças é uma “experiência espetacular porque faz toda uma correlação dos estudos desenvolvidos em sala, e os alunos neste passeio puderam ver in loco os tipos de mangues e esta natureza exuberante”.

Segundo Sandra, em Natal, nesta quinta-feira ainda, os alunos ainda iriam conhecer o Forte dos Reis Magos e o Museu Câmara Cascudo. Na sexta-feira, a programação prevê visita ao Aquário Natal e as dunas de Genipabu e a lagoa de Pitangui, onde teriam uma aula de campo sobre o ecosistema dunar.

No sábado, a programação dos alunos previa conhecer a cidade e visitar um centro de artesanato para compras.

A coordenadora Pedagógica elogiou o passeio da Naturezatur pelo rio Curimataú-Cunhaú e a beleza da praia da Barra do Cunhaú, assim como a estrutura oferecida pela empresa para receber os estudantes.

“Vale ser vivenciado este passeio e vale a pena voltar a este lugar”, diz a coordenadora Pedagógica do Colégio Damas.

Sandra Pacheco informou que os estudantes à noite, no hotel onde iriam ficar hospedados em Natal, na Via Costeira, fazem atividades relacionadas ao que vivenciaram no dia, com jogos e paródias.

O projeto Escola Fora da Escola leva o nome “Imira-Mirim”. Palavras indígenas,” imira” significa madeira de lei e “mirim” é pequeno.

Nesta viagem ao Rio Grande do Norte os estudantes vão ter oportunidade de conhecerem aspectos de vegetação, relevo, dunas, manguezais e a influência holandesa no Brasil, além de outros conhecimentos de biologia, vida marinha e preservação ambiental.

O Colégio Damas

O Colégio Damas é mantido pela congregação Damas, cuja fundadora foi a Madre Agathe Verhelle (Inês Margarida Verhelle), que nasceu na Bélgica em 1786. Nesta época, o país era dominado pelos franceses e holandeses.

Autodidata e pela influência cristã de sua família, Inês teve ainda cedo a sua vocação de educadora despertada, levando a fundar o Instituto das Damas da Instrução Cristã.

Aos 29 anos, em 18 de julho de 1815, ela deixou secretamente a família e ingressou na vida religiosa. Com o fechamento, em 7 de julho de 1822, da instituição pelo rei Guilherme I da Holanda, a Madre Agathe depois de oito meses, em 1823, funda uma nova instituição religiosa, que leva o nome Instituto das Damas da Instrução Cristã.

A instituição chega ao Brasil em 1896, quando um grupo de oito religiosas e uma leiga desembarca no porto de Recife, após três meses de viagem. Orientadas pela Madre Loyola, o grupo se estabelece em Olinda, no Convento de São Francisco, a primeira casa da Congregação no Brasil.

Nesta casa as religiosas ofereciam aulas de música ao internato.

Em cinco anos, a Congregação adquiriu um prédio no Recife, dando inicio a atividade de ensino ma capital pernambucana.

Em 1921, as religiosas compraram a Casa do Barão de Casa Forte, que, juntando-se ao primeiro terreno, forma a atual área do Colégio Damas.

No total, a Congregação tem 11 colégios espalhados pelos estados de Pernambuco, Paraiba, Ceará, Alagoas, Paraná e Mato Grosso.

Os colégios da Congregação são Santa Cecília, Fortaleza (CE), Santa Madalena Sofia, Maceió (AL), Santa Sofia, Garanhuns (PE), Santa Cristina, Nazaré da Mata (PE), Nossa Senhora da Graça, Vitória de Santo Antão (PE), Imaculada Conceição, Campina Grande (PB), Regina Mundi, Maringá (PR), Regina Pacis, Sinop (MT), São Francisco de Assis, Mandaguaçu (PR), e o Regina Coeli, Sorriso (MT).


Outras notícias
23/02/2020
Depois de Brown, Monobloco agita domingo de Carnaval em Natal

Depois de Carlinhos Braw, banda Monobloco agita o domingo de Carnaval em Ponta Negra


31/12/2019
Translado autônomo tem melhor preço do aeroporto de Natal para hotéis de Ponta Negra

As tarifas dos táxis e dos aplicativos que operam no Aeroporto Internacional de Natal baixaram de preços nesta alta temporada 2020.


27/12/2019
Gastronomia, música e artesanato no espaço da Árvore de Natal até 6 de janeiro

Considerada a Árvore de Natal mais alta do Brasil, com 110 metros, numa estrutura metálica com 400 mil micro lâmpadas de led nas cores prata e dourado…


25/12/2019
Show de Dorgival Dantas nesta quarta na Árvore de Natal

Dando continuidade a programação do Natal em Natal, a  prefeitura de Natal programou para esta quarta-feira, dia 25 de dezembro, a partir das 19 horas…











Publicidade

Publicidade